DESEJO SEXUAL

DESEJO SEXUAL

Ao longo da nossa vida, nosso DESEJO SEXUAL oscila muito de acordo com o momento em que vivemos. Sofremos influências emocionais, psicológicas e físicas o tempo todo, fazendo com que nossa LIBIDO seja variável tanto com as mulheres quanto com os homens.

Quando falamos da parte biológica, doenças como diabetes, anemia, hipotireoidismo, obesidade, pressão alta, ansiedade, depressão, estresse afetam diretamente nossa resposta sexual.

Na parte emocional baixa autoestima, crises nas relações, problemas familiares e de ordem financeira, são determinantes.

Se você se sente infeliz com sua vida e suas escolhas de modo geral, possivelmente isso irá interferir na sua intimidade.

Outra questão importante é a admiração pelo parceiro (a). Todos nós mudamos ao longo da vida e se o casal não acompanhar e apoiar as mudanças um do outro, aos poucos vai se perdendo a admiração, fazendo com que o próprio desejo diminua também.

Nossa sexualidade é muito complexa, o bem estar e o estilo de vida também são componentes importantes.

A palavra LIBIDO vem do latim, que significa “anseio ou desejo”, podemos defini-la como uma ENERGIA VITAL da qual se expressa nosso “Instinto Sexual”.  Segundo Freud o ser humano apresenta para cada um dos seus instintos uma fonte de energia.

Normalmente as mulheres passam por oscilações hormonais, que interferem diretamente no desejo, isso independente da faixa etária, mas destaca-se mais as que estão se aproximando da menopausa, pois além dos desconfortos já conhecidos como calorões, irritabilidade, falta da lubrificação, é uma fase que a mulher passa a não dar tanta importância a sua sexualidade. Apesar dos homens também serem afetados com este problema, estima-se que cerca de 43% das mulheres sexualmente ativas sofrem com a perda da libido.

Conheça algumas outras causas que podem influenciar na ausência de DESEJO SEXUAL:

  • Problemas Sexuais (Homens: dificuldades de ereção, ejaculação precoce) e (Mulheres: dor, falta de lubrificação, dificuldade de atingir o orgasmo)
  • Problemas Emocionais (Homens: conflitos pessoais, baixa autoestima, falta de concentração) e (Mulheres: insatisfação com seu próprio corpo, insegurança, dúvidas em relação ao sentimento do parceiro)
  • Condições de Saúde: algumas doenças podem afetar o desejo sexual: artrite, diabetes, pressão arterial elevada e as doenças neurológicas.

DICAS PARA AUMENTAR A LIBIDO:

  • Eleve sua autoestima, sinta-se segura (o), atraente, desperte o desejo que está adormecido;
  • Converse com o parceiro (a), o diálogo é fundamental para um entender o que está acontecendo com o outro.
  • Busque ajuda, leia a respeito, procure um profissional se necessário, mas tenha a iniciativa de querer melhorar;
  • Seja criativo, inove, fantasie, use sua imaginação, os produtos eróticos podem ser grandes aliados, por exemplo, os Géis Excitantes servem como auxiliares na produção de lubrificação.

O mais importante é você resgatar o DESEJO que está adormecido em você, na HORA H lembre-se desta dica importante: PERMITA-SE, deixe os preconceitos e os tabus de lado, explore seus cinco sentidos e sinta-se capaz de dar e receber PRAZER.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s